Hora de embarcar em uma viagem com destino a um dos lugares mais encantadores do Brasil:Jericoacoara.E passear de buggy, é claro,não tem como ficar de fora da programação.Mas você está bem preparado para encarar a maratona?Sabe com o que deve estar atento ou quais as formas de otimizar seus dias de encatamento? Neste post, eu lhe dou 5 dicas para aproveitar os passeios de buggy de Jeri ao máximo.Confira!

39122486 293901111404225 6488508816072638464 n

Todo os arreadores de Jericoacoara é encantador, um cenário para explorar belas praias cercada de dunas e lagoas em passeios de buggy ou quadriciclo.Você provavelmente já deve ter ouvido falar Lagoa do Paraiso, Lagoa do Azul ,Praia de Tatajuba, Mangue Seco,Àrvore da Preguiça e Barrinha,O sol radiante, o calor das águas e o incansável vento, que é durante nove meses do ano sopra constantemente. Os ventos estão sempre ao lado dos que se divertem.

Sempre que possível viaje com grupo de viagem. Ao escolher viajar em grupo, você vai descobrir como os passeios (de buggy) podem ser mais divertidos e empolgantes. Além de ter companhia em todos os roteiros, você estará rodeada de pessoas com o mesmo entusiasmo, com enorme desejo de curtir os passeios ao máximo!

# Lagoa do Paraíso.

Vamos iniciar a nossa aventura no buggy pelo cartão postal que tornou a vila famosa:as lagoas de água doce e a Lagoa do paraiso famosa pelas redes molhadas,é relaxar. Na lagoa top a diversão fica com as várias barracas onde você pode passar o dia, sendo o The Alchemyst Beach Club a mais famosa delas. Geralmente os passeios à lagoa terminam entre 15h e 16h. E eu nem preciso dizer que viajar com grupo de viagem é garantia de descontos e, claro, um passeio muito mais divertido, certo?

36530888 1062672930554091 7348683880905310208 n

# Lagoa do Azul

É ponto de parada dos passeio de buggy.Tem barracas simples e trampolins de madeira agua doce igual a lagoa do Paraíso formada por água da chuva. na Lagoa Azul, que é cartão postal da região e point de turistas em busca de relaxar deitado na rede em meio as águas da lagoa. Chegando no hotel, se arrume e desça se tiver em grupo de viagem vai ser muito mais animado ir até a praia para assistir o pôr do sol na duna pôr do sol. Tirar fotos é imperdível! O sol sempre se põe pertim das 17h30.Imagens incrível!

39260156 2180382578904470 4517236328923922432 n

# Lagoa de Tatajuba

Conhecida com tour Oeste,a Lagoa Tatajuba é uma dos destaque nas atrações do costa oeste é cenário incrível, existem várias opções de barracas para descanso, comes e bebes em estilo simples. Se você busca algo mais badalado, recomendamos a barraca do Didi, faça grupos vai que rola descontos, avaliação do estabelecimento foi feita pelo site TripDivisor,a pedida é lagosta. A melhor parte do passeio até Tatajuba é a paisagem pelo caminho. Saindo de Jericoacoara, o buggy passou por trás da Duna do Pôr do Sol, lembra? é um trecho de praia repleta de kites voando alto,aventura fica com o passeio de balsa em um braço de mar e passa pela cidade coberta de Tatajuba. Para passar a balsa de volta você depende da maré, então combine o horário direitinho com seu bugueiro – se tiver de grupo de viagem essa preocupação é mínima quem mora Tatajuba sempre sabe os horários da maré, não se preocupe! Depois do merecido descanso em seu hotel, é hora de aproveitar a noite de Jericoacoara. Há tanto o que ver! Liberte-se, aproveite ao máximo.

47693469 364104097502004 6834123248184304161 n

# Mangue Seco

Mangue Seco é a primeira parada ante de chegar em Tatajuba uma parada para tirar fotos. Você pode optar por fazer um pequeno passeio de canoa para ver caranguejos e cavalos marinhos. O Mangue Seco é um lugar pitoresco. Tem sinal de wi-fi.O passeio extra no Mangue Seco tem um custo em torno de 10 reais.

# Árvore da Preguiça

Árvore da Preguiça, um ponto top para tirar fotos! Localizada no caminho entre Jeri e Preá.É dos pontos turísticos mais conhecidos de Jericoacoara. É simplesmente uma árvore nativa da região, isolada em meio às areias do Parque Nacional de Jericocoara, a poucos metros do mar. O nome científico da sua espécie é Conocarpus Erectus, conhecida popularmente como Mangue-de-Botão. Por causa dos fortes ventos marítimos, ela cresceu curvada, como se estivesse deitada ou se arrastando pelo chão.

47694519 582333028874227 8551157688023422880 n

#Barrinha

Não há como negar que os principais passeios de Jericoacoara são o das Lagoas (que vai a Lagoa do Paraíso, Lagoa Azul, Pedra Furada....) e Tatajuba (pelas Dunas, o Mangue Seco, Lagoa de Tatajuba...), mas provavelmente você vai surpreender com o Passeio a Barrinha, ainda pouco explorado pelos turistas é um lugar lindo, com dunas, lagoas, praias, clima rústico e paradisíaco.

 

Gostou do artigo? Faça sua reserva agora mesmo clicando no Banner. 

WhatsApp Image 2019 02 05 at 10.38.25

orto de Galinhas é um dos principais destinos turísticos de uma das partes das mais belas da costa brasileira, eleita pela Revista Viagem e Turismo a Melhor Praia do Brasil, por 10 vezes consecutivas.

Porto de Galinhas pertence ao município de Ipojuca, no estado de Pernambuco, distante 64 km de Recife.
O local se tornou um destino famoso por suas piscinas naturais de águas transparentes e mornas, suas praias de areia branca, imensos coqueiros e o mar verde-esmeralda, destino ideal para quem quer sossego e contato com a natureza.

 

A maioria dos passeios em Porto de Galinhas só se faz ou é muito mais bonito com a maré baixa, quando os arrecifes emergem e as piscinas naturais ficam mais aparentes e baixas, ótimas para mergulhar e contemplar os peixes.
O passeio mais conhecido em Porto de Galinhas é a bordo de exóticas jangadas impulsionadas pelo vento até as piscinas naturais. Os turistas descem nos recifes, nadam nas águas mornas e transparentes, e alimentam os cardumes de peixes.

Piscinas naturais de Porto de Galinhas

Fora da água, a opção são os passeios de bugue realizados por toda a orla da região: desde Muro Alto até o Pontal de Maracaípe (os dois extremos de Porto de Galinhas). A região também é favorável à prática de esportes radicais, como o surf, kite surf.

Vista aérea de Porto de Galinhas

Além de ser um lugar paradisíaco, Porto de Galinhas conta com uma ótima infra-estrutura com todo tipo de hospedagem, incluído resorts, hotéis, pousadas e chalés e casas de veraneio.

O que fazer em Porto de Galinhas

Passeio de jangada às piscinas naturais


As jangadas coloridas que enfeitam a paisagem, levam os turistas da praia da vila até às enormes piscinas naturais formadas na maré baixa, localizadas a 200 metros da costa em um percurso de cinco minutos.
As piscinas se formam entre as bancadas de recifes, repletas de peixes coloridos. Geralmente os jangadeiros já oferecem o kit, máscara, snorkel e ração para atrair os peixes. É aconselhável usar calçados para evitar cortes nos pés ao pisar em corais e ouriços.

Passeio de Catamarã até a Praia de Carneiros e Ilha de Santo Aleixo

Passeio marítimo de seis horas, a dois lugares fantásticos: A praia de Carneiros é considerada uma das mais belas e rústicas do litoral Pernambucano, e a ilha de Santo Aleixo ficou famosa pelas dezenas de naufrágios em seus arredores, procurada por mergulhadores. Na ilha ainda tem piscinas naturais e praias desertas.

Passeio de jangada pelo rio Maracaípe

Passeio de jangada pelo rio Maracaípe

Operadoras locais oferecem mergulho em águas profundas para credenciados. Os melhores pontos são as piscinas com profundidade média de 33 metros e os arredores da Ilha de Santo Aleixo, com embarcações naufragadas. Os iniciantes fazem o batismo em piscinas mais rasas.

Existem muito mais do que apenas cinco motivos para fazer as malas e ir para a Serra Gaúcha conhecer Gramado, mas saiba algumas das melhores razões para se motivar ainda mais.

1- Culinária

Gramado

A culinária é, sem dúvidas, um dos pontos turísticos de Gramado! A gastronomia local tem a influência das raízes imigrantes do Rio Grande do Sul, então se prepare para fazer refeições em restaurantes típicos italianos, de família italiana, lanchonetes alemãs e o tradicionalíssimo fondue suíço.

Sendo a culinária um ponto forte da cidade, existem muitas opções para todos os tipos de paladar e também de bolso.

No inverno o que faz sucesso são as sopas e caldos, além da sequência de fondue, que é servida em diversos restaurantes por valores variados e inclui fondue de queijo, fondue de carne e fondue de chocolate para a sobremesa.

Ao se programar para visitar Gramado, monte o seu próprio roteiro culinário dos melhores restaurantes para conhecer e pratos típicos para experimentar em Gramado. Existem muitos restaurantes, lanchonetes e cafés cheios de tradição espalhados pela cidade!

 

2- Natureza

A natureza de Gramado é exuberante, e sem dúvidas você vai ser surpreendido pelas belíssimas paisagens locais quando chegar lá, ainda que tenha visto fotos e pesquisado pela experiência de outras pessoas na Internet. São parques, mirantes e vales com vista de tirar o fôlego para aproveitar em qualquer estação do ano.

Geralmente os destinos eleitos são cidades serranas para curtir o frio, e a cereja do bolo entre as alternativas não pode ficar de fora: Gramado.

Gramado é a estrela da Serra Gaúcha e atrai turistas de todo o Brasil durante qualquer época do ano, porque sempre possui opções de turismo e suas belezas naturais intactas, mas é no inverno que a cidade ganha o seu charme especial.

Romântica e aconchegante por natureza, os termômetros marcam temperaturas muito baixas para aproveitar o clima local, tomar um bom vinho e se deliciar com o fondue! Saiba mais e comece a programar a sua visita a Gramado sem perder tempo.

Essa beleza não fica ofuscada no inverno, e o verde abundante da cidade ganha um tom pálido e sóbrio que remete às belíssimas paisagens europeias. O Lago Negro, o Vale do Quilombo, são muitos os pontos turísticos para se apreciar a natureza em Gramado, tirar fotos e registrar para sempre na memória.

3- Não é tão caro como você imagina

Por se tratar de uma cidade emblemática, com opções de requinte e ares de elegância, muitas pessoas consideram Gramado um destino caro e inacessível para quem está com a grana curta. Não é bem assim. Você pode fazer turismo em Gramado e economizar, basta adaptar o seu estilo de viagem às diversas opções oferecidas pela cidade!

Por exemplo, reservando a sua hospedagem com antecedência ou em baixa temporada, maiores serão as chances de encontrar um preço atrativo de diária. Também vale consultar o aluguel de quarto ou casa, em sites como o Airbnb.

Além da hospedagem, é possível economizar fazendo os diversos passeios gratuitos pela cidade, apreciando a natureza sem pagar por isso, e fazer as refeições em restaurantes simples ou lanchonetes.

Alugando um lugar que dispõe de cozinha, você pode até preparar a sua comida ou sanduíches para levar e fazer um piquenique em um dos passeios. Consulte o TripAdvisor e saiba através das avaliações de outros visitantes a faixa de preço dos lugares onde planeja comer. É perfeitamente possível visitar Gramado gastando pouco!

4- Passeios e festivais

Além dos pontos turísticos relacionados à natureza local, Gramado também oferece um vasto leque de opções no que diz respeito a passeios e festivais típicos. Os turistas podem se divertir no emblemático passeio de Maria Fumaça, visitar a Epopeia Italiana, curtir o Festival de Cinema no meio do ano ou mesmo o Natal Luz, se a viagem acontecer perto do Natal.

Para organizar bem a sua programação na cidade, monte um roteiro e conte apenas os dias inteiros que possui em Gramado, já que muitos desses passeios tem a duração de um dia inteiro.